sábado, 13 de fevereiro de 2016

Brenda Lee - 1959 - A Garota Explosiva! (Jambalaya)




Esse é o 1º lp de Brenda Lee lançado no Brasil em 1959 após o lançamento do 78 rpm Jambalaya/Bigelow 6-200, single de grande sucesso no país que por consequência trouxe a artista numa excursão pelo país em Setembro de 1959, apresentando-se no Teatro Record, na TV Tupi, além de entrevistas programas de rádios e colunas sociais. Antes mesmo de conquistar fama em seu país de origem. Brenda Lee foi levada pelo sr. Frederico G. Mello, ao Palácio das Laranjeiras, onde durante 10 minutos teve a oportunidade de conversar com o Presidente Juscelino Kubitschek. Brasília e as filhas Marcia e Maristela foram os temas da conversa.

observação: Essa é uma 2ª edição lançada no primeiro semestre de 1960, com modificação no selo (logo da Decca, que anteriormente estava escrito dentro de um retângulo) e nas especificações das fábricas e matriz da CBD.

Link nos comentários.
Link in the comments

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tim Maia Racional - Vol 1 - 1974 (Lp Stereo 1974)







Um dos álbuns mais cultuados em vinil, Tim Maia Racional marca a fase em que o cantor largou os vícios e se dedicou à música e aos propósitos da seita. Esse é um disco muito, o segredo para digeri-lo, é primeiro deixar se envolver pelo som do álbum, feito isso, até as letras acabam se tornando agradáveis rs.

http://minhateca.com.br/leandr0091/Grava*c3*a7*c3*b5es+de+Lp*27s/Tim+Maia+Racional+-+1974+%28Vinil%29

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Lincoln Olivetti - Brazilian Boogie Boss (1978-1984)





Eu montei essa coletânea através de um mix gringo, as músicas são boas, pega bem a modernização do Funk, do final dos anos 70 para o início dos 80 com toda mistura brasileira. A qualidade pode variar devido eu não ter os discos originais, mas tentei conseguir os melhores áudios possíveis e algumas edições pra dar uma melhorada no som em geral ;)

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Floyd Cramer (Let's Go) - Gets Organized (Lp Stereo 1962/1968)




Essa é a edição original do álbum lançado no Brasil impulsionado pelo sucesso "Let's Go" (título da edição nacional) e a capa trocada pelo álbum Hello Blues (1960). Um álbum que pelas músicas: "My Blue Heaven, Let's Go, A String of Pearls, Lullaby Of Birdland, Perdido e Jordu", caiu como uma luva para os bailes, e desde o seu lançamento em 1962 até ficar fora de catálogo, ele começou a ficar raro ao longo dos anos, até mesmo pelo uso nos bailes, muitos começaram a procurar esse disco, quem tinha geralmente guardava ou quando fazia festas colocavam naquelas capas genéricas para que não conhecessem nem a capa, e claro, não era um álbum que especificamente a RCA Victor nacional perderia tempo relançando nos anos 70, ainda mais que a música instrumental naqueles tempos não era mais tão popular como em décadas passadas. Essa é uma reedição americana de 1968 provavelmente (quando a RCA mudou o design do selo preto para o laranja).

Link nos comentários:

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Tim Maia - Nuvens (Lp Stereo 1982)





            Raro álbum intitulado "Nuvens", lançado em 1982 sendo considerado um dos discos mais ricos e bem acabados, arranjos muito bem cuidados e memoráveis interpretações de Tim Maia fazem que ele mereça hoje um posto de destaque na sua discografia do compositor. À época de seu lançamento, porém, o disco naufragou.
           A questão é que, quando o gravou, Tim Maia atravessava um dos períodos mais férteis de sua musicalidade. Ao mesmo tempo, porém, estava financeiramente quebrado. a fim de poder financiar o LP, Tim Maia gravou antes um compacto simples com a canção Do Leme ao Pontal, um de seus maiores sucessos. Com o dinheiro ganho, gravou Nuvens. Sua distribuição independente, no entanto, foi desastrosa, o que tornou o álbum um fiasco de vendas. Hoje, contudo, o LP é reconhecido em toda a sua grandeza.

01 Nuvens
02 Outra Mulher
03 Ar Puro
04 O Trem (1ª parte)
05 A Festa
06 Apesar dos Poucos Anos

07 Deixar as Coisas Tristes Pra Depois
08 Ninguém Gosta de se Sentir Só
09 Hadock Lobo Esquina com Matoso
10 O Trem (2ª parte)
11 Casinha de Sapé (Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda)
12 Sol Brilhante

Link nos comentários:

Tim Maia - Compacto (1981)




Raro compacto de 1981 que teve poucas cópias prensadas, mais destinadas aos bailes da época

01 Vê Se Decide
02 Você é a Estrela do Meu Show

link nos comentários:

quarta-feira, 30 de julho de 2014




INFELIZMENTE, a postagem do Tim Maia 1979 foi "APAGADA", alegando que eu estava infringindo uma lei dos direitos autorais, sendo que eu só estava compartilhando material gravado de disco de vinil -_- mais uma vez as grandes gravadoras e suas "GANÂNCIAS" por dinheiro. AINDA CORRO O RISCO DE PERDER O BLOG E A MINHA CONTA NO 4SHARED, E NÃO GANHO NADA PRA FAZER TODO ESSE TRABALHO, DE GRAVAR DE VINIL, FAZER UPLOAD PRA INTERNET E DISPONIBILIZAR PRA VOCÊS.

domingo, 15 de junho de 2014

Tim Maia - 1980







Este é o último álbum da fase ‘disco’ que começou com o antológico Tim Maia Disco Club – e também o último com a Banda Black Rio. Apesar de muitos gostarem dessa faceta do Síndico, ele causava uma briga danada em cada gravadora que pisava o pé, já que elas exigiam sucessos. De volta à Polydor, algumas canções de pista novamente dão os ares, como é o caso da ótima “Não Vá” e o baile envolvente de “Você e Eu, Eu e Você (Juntinhos)”. Mas, não dava pra forçar: Tim não estava mais naquela empolgação de dois anos atrás. Por mais que gostasse da agitação funky, também imperava a vontade de mostrar quem era o verdadeiro cara por trás daquele figurão bizarro que faltava a shows e gostava de um whisky. Isso ele consegue fazer com êxito em “Tudo Vai Mudar”, inserindo o ritmo contagiante do bongô numa orquestração R&B. O velho parceiro Cassiano volta a contribuir com Tim em “Não Fique Triste”. Tim Maia, que costuma dar a versão definitiva das canções em que põe a voz, também rouba a cena em “Nosso Adeus”, composição de Beto Cajueiro e Paulo Zdanowski. E, pela primeira vez, declara seu amor ao samba em “Meu Samba”: ‘Meu samba/Tem seu lugar/De real valor/De valente condutor/Balanço bom

fonte: http://namiradogroove.com.br/especial/discografia_na-mira_tim-maia/3

Link nos comentários:

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Tim Maia - Disco Club (Lp Stereo 1978)



10º álbum do síndico, um álbum que lhe rendeu grande sucesso na fase Disco Music, mas não deixando de lado o bom e velho "Soul". O álbum foi um estouro de vendas, trazendo três mega sucessos instantâneos: Afim de Voltar, Acenda o Farol e o mega hit do álbum e clássico sucesso de Tim: Sossego (tema da novela "Pecado Rasgado" e "Nos Embalos de Ipanema". O álbum trás outros sucessos mais românticos como Murmúrio, Pais e Filhos, Se Me Lembro Faz Doer e Juras, excelente álbum, do começo ao fim, sem pular nenhuma música!!!!
                                                                       
01 - Afim de Voltar
02 - Acenda o Farol
03 - Sossego
04 - Vitória Regia Estou Contigo e Não Abro
05 - All I Want

06 - Murmúrio
07 - Pais e Filhos
08 - Se Me Lembro faz Doer
09 - Juras 
10 - Jhony

Link nos comentários:


Fãs de Tim Maia (Facebook)

Aos fãs do Tim Maia, curtam a nossa pag. no facebook:

https://www.facebook.com/pages/F%C3%A3s-de-Tim-Maia/1463875750503350?ref=hl&ref_type=bookmark